Rocket League no Steam Play

 

Segundo o Wikipedia:

Rocket League é um jogo eletrônico de futebol veicular desenvolvido e publicado pela Psyonix. Descrito como “futebol, mas com carros movidos a foguete”, Rocket League tem de um a quatro jogadores designados para cada uma das duas equipes, usando veículos movidos a foguete para acertar o gol do adversário e marcar pontos ao longo de uma partida. O jogo inclui modos para um jogador e multijogadores, que podem ser jogados localmente e on-line, incluindo jogos multi-plataforma entre as versões de PlayStation 4 e Microsoft Windows, bem como cross-play entre as versões de Xbox One, Switch e Windows. Atualizações posteriores permitiram a modificação de regras básicas e novos modos de jogo, incluindo os baseados em hóquei no gelo e basquete.

Há algumas semanas, foi anunciado o fim do suporte para SteamOS/Linux e MacOS, conforme notícia abaixo:
https://www.rocketleague.com/news/ending-support-for-mac-and-linux/

Pessoalmente, é um momento muito delicado, pois, apesar de ser mencionada a possibilidade de reembolso, investi um bom dinheiro no game, compras que não seriam reembolsadas caso optasse pelo mesmo. 
No ultimo dia 06/03/2020, a notícia foi reiterada, conforme esta postagem:
https://steamcommunity.com/games/252950/announcements/detail/1719751122119953694

Observando rapidamente a página na loja steam, já é possível inclusive constatar que as vendas do game para SteamOS/Linux e MacOS não encontram-se mais disponíveis.
https://store.steampowered.com/app/252950/Rocket_League/?l=portuguese

Versões Beta para SteamOS e Mac Beta
Na medida em que continuamos a melhorar o Rocket League® com novas tecnologias, como DirectX 11 e cliente de 64 bits, não é mais viável manter suporte para as plataformas macOS e Linux (SteamOS). Como resultado, a atualização final para as versões macOS e Linux do Rocket League será lançada em março de 2020. Esta atualização desabilitará a funcionalidade online (como listas de partida competitivas e casuais) para jogadores em macOS e Linux, mas funcionalidades offline, incluindo partidas locais e jogo com tela dividida, ainda estarão disponíveis.

Desde que daqui pra frente não seja implementado um anti-cheat ou DirectX 12, pelo menos para nós, Linuxers, ainda resta esperança de continuar jogando Rocket League, via Steam Play. Vamos explicar como configurar para jogar via Proton, a partir daqui.

Kernel utilizado: kernel-5.5.8-fsync
Driver Nvidia: 440.64
Modelos de GPUs testadas: GTX 960, GTX 970, GTX 1080
Fedora 31 64 Bits
Proton: 5.2-GE-2
Página no ProtonDB: https://www.protondb.com/app/252950

1 – Dentro do diretório raiz do steam, crie um subdiretório chamado compatibilitytools.d:

$ mkdir -p ~/.local/share/Steam/compatibilitytools.d

2 – Baixar e instalar o Proton Customizado Glorious EggRoll

Com o cliente Steam fechado, baixe a proton diretamente do github do desenvolvedor (Proton GE)

3 – Instalando o Proton Customizado:

$ tar xvzf Proton-5.2-GE-2.tar.gz -C ~/.local/share/Steam/compatibilitytools.d

Instalando o game:
Este é um procedimento padrão para quaisquer jogos que sejam instalados via Proton/Steam Play. Clique com o botão direito no game > Propriedades. Na opção Forçar o uso de uma versão específica do Steam Play selecione a versão 5.2-GE-2 (a mais recente no momento em que escrevi este texto), clique em fechar e clique duas vezes no game para iniciar a instalação. Se você possui o jogo nativo instalado, vários arquivos serão substituídos, ou talvez, o jogo completo seja reinstalado.

Realizando os tweaks:

Novamente nas propriedades game, na opção Configurar opções do lançador utilize a opção -dx11, como na figura abaixo:

Deste ponto, o game já está pronto para funcionar.

Deixe nos comentários se este post ajudou você, se encontrou algum erro de grafia ou se tem algo a acrescentar ao conteúdo.

Referências:

https://www.rocketleague.com/news/ending-support-for-mac-and-linux/
https://support.rocketleague.com/hc/en-us/articles/360042201433-Support-for-macOS-and-Linux-SteamOS-