Port forwarding – Redirecionamento de porta

Se tem alguma coisa que me deixa puto da vida é ir em algum fórum ou canal de irc porque preciso saber uma coisa básica mas em caráter de emergência e um filho de mãe me responde com um link para um bíblia sobre determinado assunto.

Certo dia eu estava precisando fazer uma manobra bem simples, que era redirecionar a porta de um servidor web que está direto na internet para outro na rede interna. Era algo simples, sei! Mas sobre pressão de ter um prazo para fazê-lo sem precisar ler uma Bíblia do Iptables que um infeliz me indicou pelo IRC com todo aquele ar de arrogância, segue a dica:

Servidor conectado direto na internet: SERVIDOR A 192.168.1.1
Servidor interno que vai responder requisição do servidor citado a cima é o: SERVIDOR B 192.168.1.2
Isso é só um exemplo, vamos ser pragmáticos!

#!/bin/bash # Redireciona uma faixa de portas para um micro da rede local: echo 1 > /proc/sys/net/ipv4/ip_forward iptables -t nat -A PREROUTING --proto tcp -i eth1 --dport 81 -j DNAT --to 192.168.1.2:80 iptables -t nat -A POSTROUTING -d 192.168.1.2 -j SNAT --to 192.168.1.1

A primeira linha habilita o encaminhamento de pacotes.
A segunda faz o servidor o servidor 192.168.1.1 (esse é o ip dele na rede interna, e é nele que esse script deve ser executado) passa a solicitação que ele recebeu na porta 81 pro servidor 192.168.1.2 na porta 80.
A terceira faz com que o que recebeu a solicitação possa responder.

É algo mais ou menos assim, o Servidor A é o garoto de recados do Servidor B que fica escondidinho na rede interna.
Se você achou a dica muito besta, pode rir a vontade, mas eu apanhei pra caramba pra fazê-la. Eu espero que ajude alguma alma que sofreu muito pra achar algo claro de se entender.

Geowany Galdino escreveu 45 artigos

Assistente em Tecnologia da Informação na Universidade Federal do Acre. Licenciado em História na mesma instituição.

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos com * são obrigatórios

Você pode usar estes tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>